Resolvendo problemas antes de instalar o BrazilFW - Hardware

Tutoriais Diversos em Português

Resolvendo problemas antes de instalar o BrazilFW - Hardware

Mensagempor naufragoweb » Sex Fev 06, 2009 2:51 pm

Versión en Español


Boa tarde a todos!
Estive fora por um tempo, mas estou de volta, e montei um tuto basico pra tentar ajudar a resolver alguns problemas que muitos passam.

Antes de tudo, uma pequena consideração sobre o hardware que você vai usar. É muito comum ver as pessoas com um sem-número de problemas, dos mais diversos, por causa de problemas relacionados ao hardware defeituoso. E entenda que um hardware defeituoso nem sempre é visível. Processadores com defeitos, módulos de memória defeituosos, placas de rede que funcionam de forma inadequada, fontes de baixa qualidade antigas ou não, são peças que se forem incorporadas ao sistema, com certeza vão gerar os mais variados problemas. Então, nunca é demais frisar os procedimentos corretos.

Então vamos começar do começo. Revise os seguintes itens antes de começar a instalar o seu sistema:

1.Energia elétrica – Se a sua rede de energia é 110 ou 220v, isso não interessa muito, o que interessa é saber se essa fonte de energia é apropriada ou não. Como fazer isso? Simples, vou mostrar alguns procedimentos pra você ter idéia, ok? Vamos lá:
    a. Se você possui um chuveiro elétrico, ligue-o. Se você sentir que sua energia elétrica oscila (quer dizer, a intensidade da luz diminui muito com o chuveiro ligado ou fica piscando, pode ser sinal de problemas na rede interna ou mau dimensionamento da mesma).

    b. Um teste interessante que você pode fazer em sua rede elétrica e é muito simples: desligue todos os aparelhos elétricos da sua residência ou loja da tomada. Deixe todas as lâmpadas desligadas. Certifique-se que todos os aparelhos estão desligados mesmo (TVs e sons que ficam com aquela famosa luz vermelha – standby- ligados, interferem neste teste). Agora vá até o seu relógio de luz. Observe atentamente se o relógio está funcionando. Se você desconfiar que o relógio está rodando, volte e confirme se tudo está desligado. Detalhe: só desligue os aparelhos, se houver na edificação quadros de disjuntores, os mesmo tem que estar ligados. Se for confirmado que tudo está desligado e o relógio continua se mexendo, é sinal de que existem problemas.

    c. Revise todas as emendas, se possível, solde-as. Troque cabos danificados ou ressecados. Verifique as tomadas e interruptores. Não use fitas isolantes de baixa qualidade (eu recomendo fitas isolantes 3M).

    d. Se você tiver duvidas, não pense duas vezes, contrate um bom eletricista.

2.Aterramento – muitos consideram o aterramento desnecessário, alguns até compram adaptadores que neutralizam o pino terra das tomadas do PC, outros cometem o crime de “arrancar” o pino terra da tomada. Se você se enquadra nesta situação, cuidado. O sistema de aterramento, além de proteger seu equipamento contra sobrecargas elétricas, também ajuda a prevenir erros na leitura dos dados pela sua maquina. Bem, não vou entrar no mérito da questão, visto que muitos profissionais da área divergem sobre os reais benefícios do aterramento. Mas todos eles concordam com isso: se existe aterramento, ele deve estar ligado e funcionado. Como fazer isso?
O ideal é contratar um bom eletricista para a correta instalação do sistema de proteção. Mas isso é meio caro, então, se você quiser fazer seu próprio aterramento, vamos lá:
    a) - Primeira observação importante: NÃO utilize a fase neutra da sua rede como aterramento. As companhias de Energia elétrica têm o costume de linkar o aterramento do quadro medidor junto com a fase neutra. Então esqueça de puxar o aterramento do seu quadro de luz.

    b) - Um aterramento eficiente deve obedecer a algumas regras: utilize barras de aterramento cobreadas de boa qualidade. É comum encontrar em lojas especializadas essas barras em duas versões: barras cobreadas de 10 microns e barras cobreadas de 25 microns. Se você encontrar as de 25 microns, de preferência a estas. O fio que vai conectar a tomada até o aterramento deve ser igual ou maior que o fio que alimenta a energia na tomada. Um exemplo: se os fios que chegam a sua tomada são de 2,5 mm, automaticamente o fio do aterramento deve ser de no mínimo 2,5 mm ou 4 mm.

    c) - Como instalar: procure um local externo, próximo ao ponto a ser aterrado (a tomada). O certo é você fazer um aterramento tipo delta. Aterramento em delta: são utilizadas três barras de cobre enfiadas no chão formando um triangulo. A distancia entre as barras pode ser de um palmo entre elas. Quando você compra as barras, vem junto com ela os conectores para fixação do cabo. Descasque um bom pedaço do fio e vá enrolando o fio nas três barras que estão enfiadas no solo. Uma dica: se você tiver um ferro de solda tipo machadinha, solde os fios (esse é o certo). Se você não tiver, após os cabos fixados, passe um pouquinho de graxa (isso mesmo, graxa). A graxa vai evitar a oxidação do cabo, aumentando a vida útil do aterramento. Agora você vai levar esse fio até a tomada que vai alimentar o computador. Aterramento pronto. Simples, não? 

3. Rede telefônica:
    Não é raro usuários de internet via linha telefônica ( discada, ADSL, e outros) enfrentarem problemas de conexão com seus provedores de serviço. 99% dos problemas de internet caindo ou falta de conexão estão relacionados com mau estado de conservação dos cabos telefônicos e com emendas mal feitas. Via de regra, o cabo telefônico que leva o sinal até o modem deve estar totalmente integro, sem emendas até a tomada que se conectará ao modem. Eu aconselho a todos utilizar cabos bons. Existem cabos telefônicos finíssimos para vender e esses cabos não são recomendados.E não adianta nada puxar um cabo novo para o modem e deixar o cabo antigo ligado para os telefones da residência ou empresa. Troque tudo. Troque as tomadas de telefone por tomadas de qualidade. Os micros-filtros fornecidos para os telefones devem ser vistoriados, juntamente com os cabos que vão da tomada até os aparelhos telefônicos e modem. Uma dica: é comum notar em cabos telefônicos, nos conectores RJ-11, algumas manchas escuras nos conectores de metal, parecendo manchas de queimado. Se você identificar isso em algum cabo, troque-o imediatamente.
4. No-break:
    Esse é um equipamento indispensável para quem quer um serviço de qualidade. A função do no-break é manter seu equipamento trabalhando se o seu sistema de energia falhar. Imagine que você tem 30 clientes conectados e somente sua secção ou sua quadra fica sem energia. Mas seus clientes têm energia elétrica e estão navegando. Se sua luz piscar, por exemplo, o mínimo que acontecerá será seu sistema reiniciar. Alguém pode dizer:” bem, mas não há problema, pois a reinicialização do BFW é rápida, certo?” Errado. Desligamentos repentinos alem de ocasionar perda de dados, pode trazer uma conseqüência desastrosa, a queima de componentes de seu servidor. Sem contar que seus clientes não querem nem saber se sua luz acabou. Eles querem é utilizar o sistema. Um no-break pode resolver esse problema.
5. Estabilizadores:
    Esse é um acessório útil, quando se tem um estabilizador de qualidade. Existem no mercado um sem numero de estabilizadores, e a grande maioria não presta. Uma marca que sempre me atendeu muito bem foi a SMS. Se você quiser saber mais sobre estabilizadores, faça uma pesquisa no Google, pesquise por “ estabilizadores testes”. Vocês vão se surpreender. 
6. Torres de antenas:
    Cuidado com torres de antenas via radio. Necessariamente, toda torre precisa de aterramento especifico com pára-raios. E não adianta tentar fazer um aterramento sozinho, é necessário o acompanhamento de pessoal qualificado e projeto para a implantação de um sistema de pára-raios. E isso não é brincadeira! Uma rede de pára-raios mal dimensionada pode resultar em desastre. Sem contar no prejuízo que você terá se sua torre for atingida por um raio. Mas nesse caso, o equipamento é o de menos. Verifique a região em que você vai implantar a sua torre. Responda a essas próximas perguntas: Qual a incidência de raios na minha região? Estou próximo de pára-raios de terceiros que venham a me proteger? Minha torre determina o ponto mais alto da localidade? Essas são perguntas que não podem ser ignoradas. Nosso amigo, augusto100center, tem informações mais detalhadas neste tópico : viewtopic.php?f=11&t=60201&p=106155&hilit=potencia+wireless#p106155 .
Ufa! Acho que esses são os primeiros passos para uma boa instalação. Se tudo isso acima for seguido, nós já eliminamos 50% das chances de acontecer erros na nossa implantação. O próximo passo é verificar todo o hardware utilizado para nos certificarmos de que não haverá problemas devido ao hardware. Vamos lá:

Embora sendo possível instalar o BrazilFW em maquinas antigas (como PCs com placas mãe antigas e processadores como Pentium II 233 com 32 MB de RAM e discos pequenos de 3 GB ), o usuário tem que ter certeza de que a maquina é confiável. Pois bem, o usuário deve estar se perguntando: - como ter certeza que uma máquina está confiável? Existem vários métodos de se testar um hardware, mas todos eles dão trabalho. Se você tem experiência em hardware e sabe fazer os testes necessários, mãos a obra, mas se você não entender, você pode fazer duas coisas. Ou você leva a maquina para alguém com experiência para realizar os testes ou você evita todo esse trabalho e compra uma maquina nova (isso eu recomendo fortemente). Você pode estar também aprendendo como fazer isso tudo. Tem muitas dicas e tutoriais na internet, em paginas como:
:arrow: http://www.brazilfw.com.br/
:arrow: htttp://www.clubedohardware.com.br/
:arrow: http://www.guiadohardware.net/

Bom, vamos começar:

1.Fonte de alimentação:
    Como determinar se minha fonte de alimentação está OK? A função da fonte de alimentação é transformar a energia elétrica que entra (110 ou 220v) em tensões menores que são utilizadas pela placa-mãe (5, 12, 3, -5, -3, etc.) Quando a fonte está alterada, suas tensões de saída geralmente se alteram, ou aumentando a tensão de saída ou diminuindo-a. em qualquer dos casos, isso gera erros no sistema, causando corrupção de dados e levando outros componentes a fadiga. E esse é apenas um dos problemas que podem ocorrer. As vezes, fontes alteradas não alteram as tensões, mas alteram suas freqüências de operação, causando interferências e ruídos que comprometem o desempenho de um sistema. Existe uma forma de testar essas fontes ? Sim, mas só se você manjar muito de freqüências, osciloscópios, eletrônica, enfim, um usuário comum não tem como testar essas fontes em casa. Em algumas paginas da internet existem testadores de fontes para vender. Embora os testes de freqüência não sejam realizados por esses aparelhos, acho que eles podem lhe dar uma noção sobre as tensões de saída. Mas esse não é um procedimento 100% confiável. Então, o que fazer? Minha sugestão é: se você está montando um servidor de produção comercial, não pense duas vezes, compre uma fonte REAL, de preferência com entrada automática de energia. A net está lotada com testes feitos com as mais diversas fontes do mercado. Entre em HTTP://www.clubedohardware.com.br/ e confira alguns testes que existem lá. Agora, se o seu servidor não terá fins comerciais, ai você pode usar um fonte duvidosa (tenho certeza que a economia gerada pela compra de uma fonte “genérica” deve valer o trabalho de reinstalar tudo de novo....... hehehehe).
2.Placa-mãe :
    Essas são mestras em causar problemas. Existe um placa de diagnostico chamada PC Analizer que analisa as instruções da placa-mãe, processador e memórias pelo barramento PCI, possibilitando uma análise bem completa. Mas se você não sabe usar essa placa, não se desespere. Fique de olho no comportamento da placa. Veja se as placas contem componentes danificados, pistas danificadas, capacitores estufados. E como eu disse anteriormente sobre as fontes, se seu ambiente de produção for comercial, adquira uma placa-mãe nova. Um detalhe: quando você for comprar qualquer tipo de componente, compre somente peças lacradas, não permita que o vendedor coloque as mãos nas peças. A eletricidade estática da mão de uma pessoa pode reduzir a vida útil do seu equipamento e até mesmo queimá-lo. E cuidado ao montar seu equipamento. Se for você quem vai montá-lo, você deve adquirir as pulseiras anti-estática, que você encontra com certa facilidade na internet para vender. Um ponto interessante que vale a pena salientar é o consumo de energia pela placa-mãe. Eu utilizo em meu sistema uma VIA C-7-D, uma placa de baixo custo e de baixo consumo de energia. Se vocês puderem notar, vejam o tamanho do cooler do processador. Um processador poderoso, 1,5 GB. Essa é a minha preferida. E pra montar o Server BFW, é tudo de bom.

3.Memorias:
    Essas são fáceis de testar, ainda mais agora que o BFW 3.0 tem um teste de memória embutido em sua imagem. Basta rodar o teste e esperar ele terminar. Se tudo estiver OK, beleza. Agora se ele der um erro que seja, troque os módulos.

4. Discos rígidos:
    De preferência a discos rígidos novos. São mais confiáveis e bem mais rápidos nos acessos. Utilize alguma ferramenta de verificação de discos para fazer um exame de superfície de disco. Se houverem bad blocks no disco, substitua-o. E se você for substituir os discos, substitua também os cabos IDE ou SATA também. Utilize sempre um cooler para discos rígidos, ele evita problemas e aumenta consideravelmente a vida útil do disco.

5. Processadores:
    Esses duram. Mas mesmo assim, se você notar instabilidade do sistema, travamentos ou ações irregulares, e já tiver testado a placa-mãe, as memórias e a fonte, então troque seu processador. Alguns cuidados são importantes: Nunca, mas nunca mesmo, toque nas pernas ou no encaixe do processador. Tenha sempre em mãos pasta térmica para acoplar seu respectivo cooler. E se você está trocando o processador, troque também o cooler.

6. Gabinete:
    Alguns não dão importância para esse item, porem ele também é importante. O gabinete deve ter um túnel de vento para levar ar frio de fora do gabinete até o cooler do processador. Coolers adicionais são bem vindos, desde que sejam instalados nos locais certos e no sentido certo ( coolers frontais tem que “puxar o ar de fora para dentro e os coolers traseiros tem que “jogar” o ar quente de dentro do gabinete para fora. Trocar essas posições vai fazer aumentar a temperatura interna, em vez de diminuí-la). De preferência aos gabinetes que mantém a fonte de alimentação em posição vertical. Alguns gabinetes mantém a fonte em posição horizontal, atrapalhando a correta refrigeração do processador.

7. Placas de rede:
    Por experiencia propria, placas de rede dão uma dor de cabeça! Um exemplo: eu tinha 5 placas de rede, 2 3com, 1 via-rhine e 1 realtek. Todas no Windows Vista x64 funcionavam perfeitamente (isso era o que eu achava). Mas era instalar no BrasilFW, e pronto, elas paravam de funcionar. Defeitos diversos: não sincronizavam com o gateway (modem), não eram reconhecidas adequadamente, entre outros problemas. Advinha qual foi a solução? Comprei umas placas de rede novas. E que coisa incrivel, tudo voltou a funcionar! Então, o mesmo conselho novamente, se for ambiente de produção, compre placas de rede novas, dê preferencia aquelas que tem suporte ao Linux/ Unix. Voce vai economizar tempo ( muito tempo).

Perfeito! Se essas orientações forem seguidas, tenho certeza que muitos dos problemas aqui relacionados neste fórum não se aplicarão a você. Então, mãos a obra! E tenha em mente o seguinte: a estabilidade e a qualidade do seu sistema pode ser o diferencial da concorrência! Pense nisso!

Autor: naufragoweb
Movido para Tutorial em Portugues por Woshman
Editado em 06/02/2009 por Reginaldo
Editado pela última vez por naufragoweb em Ter Fev 10, 2009 12:44 pm, em um total de 2 vezes.
naufragoweb
 

Re: Resolvendo problemas antes de instalar o BrazilFW - Hardware

Mensagempor reginaldo » Sex Fev 06, 2009 3:31 pm

naufragoweb, muito bom.

Em nome da Comunidade, Muito Obrigado.

:o! :o! :aplause: :aplause:
Contribua para que o Projeto BFW permaneça no ar, Doe Click aqui
Contribua com o reginaldo, Doe, favor enviar e-mail para reginaldo@brazilfw.com.br
-----------------------------------------------------------------------------------------------------
"Disciplina é liberdade. Compaixão é fortaleza. Ter bondade é ter coragem" (Há Tempos [Dado Villa-Lobos/Renato Russo/Marcelo Bonfá])
Avatar do usuário
reginaldo
BFW Mediator
BFW Documenter
BFW Manager
BFW 3.x Update
 
Mensagens: 12682
Registrado em: Sáb Ago 27, 2005 12:10 pm
Localização: Rio de Janeiro - RJ
BrazilFW Box: Máquina Física
CPU: Intel Core i3 Model 530
Memória: 8.00 GiB / 2 Links
BFW 3.0.262 64 bits
Serviços Ativos: Control MAC, QOS
Addons: EBackup, EPM e Squid 3.5.x


Voltar para Tutoriais Diversos

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante